Astarotte No Omocha Episodio 7 Online

Astarotte No Omocha Episodio 7 Online, Assistir Astarotte No Omocha Episodio 7 Completo, Assistir Astarotte No Omocha 1 ep 7 HD, Animes Online.

Astarotte No Omocha Episodio 7

14 Comentarios

  • ireneu(já sabe) 04/12/2020 Responder

    Eu n consigo parar de ver socorroooo e uma sucubu esse anime

    • rimurutempest 06/07/2021 Responder

      Eu com cordo comecei a assistir as 1 da mánha e agora é 5:12

  • ireneu(já sabe) 04/12/2020 Responder

    Aaaaaaaahhhhh

  • maito dai 29/03/2021 Responder

    man o prota é pedofilo

    • Asta 11/06/2021 Responder

      Atá, agora não pode nem mais comer uma Loli q é pedófila

      • Pi 23/11/2021 Responder

        Ela tem 10 anos seu ANIMAL

        • gabriel 16/06/2022 Responder

          fala isso pra quem invocou o protagonista o anta

        • Sabe de nada seu Zé ninguém 19/08/2022 Responder

          23 anos ela tem a mesma idade que ele sua anta

      • Jazon Cleto 02/08/2022 Responder

        1° Pedofilia é uma parafilia, uma doença que consiste em sentir atração e/ou desejos sexuais por crianças REAIS. Pedofilia em si NÃO constitui crime, o crime esta no ato do abuso e violencia contra menores.
        2° A fase da infancia compreende as idades entre 1 ate o momento que se completa 12 anos. A PARTIR dos 12 ou quando se entra na puberdade JA É ADOLESCENTE.
        3° Deve-se fazer distinção de REALIDADE x FICÇÃO. Animes são obras de ficção e fantasia e portanto NÃO é algo real. É valido voce debater sobre um assunto e/ou tema abordado em um anime, POREM trata-los como real e aplicar conceitos, leis e afins ao anime e aos personagens é algo ABSURDO e TOTALMENTE IMBECIL.

        Com esses FATOS logo o protagonista NAO é pedofilo, pois ele nao sente atraçao e desejos sexuais ou segundas intençoes deturpadas para com crianças.
        Tambem ha o fato de que personagens nao são coisas reais e portanto se uma pessoa gosta uma personagem que loli e ou sente algum tipo de atração ou desejo isso é irrelevante e essa pessoa tambem ABSOLUTAMENTE NAO é um pedofilo, pois como disse personagens NAO SAO REAIS. Alem disso sentir alguma atração ou desejo por um personagem NAO siginifica NECESSARIAMENTE que a pessoa sente isso por pessoas reais. Se fosse assim entao esse principio tambem é aplicado a quem acusa e esse acusador, assim como a pessoa que gosta de lolis tem tambem sentimentos deturpados, so que no caso de de virar um assassino, pois em algum momento em alguma obra de ficçao esses que acusam ja desejaram a morte de um personagem ou sentiram desejo de matar um personagem, logo tambem sentem desejos de matar outros seres humanos aqui na realidade.

        Agora o que o asta falou, “comer uma loli”, SE fosse aqui na realidade isso de fato seria crime. Nao seria pedofilia, pois como disse, pedofilia é uma doença não um crime, o crime é abuso e violencia contra menores e alem disso pra finalizar isso é uma OBRA DE FANTASIA, algo que NÃO É REAL, que NÃO EXISTE, uma OBRA DE FICÇÃO e portanto deve-se abstrair e NÃO levar a serio ao ponto de querer aplicar conceitos, leis, regras e afins a seres que nem EXISTEM.
        No mais desejo um anime a todos. 🙂

        PS: Antes que alguem venha falar merda pesquise antes de vir responder meu comentario e verao que o que fali são FATOS.

    • Superkirby 01/11/2022 Responder

      bando de doentes

  • Zaac 06/07/2021 Responder

    SEQSU

  • O pai ta on 24/07/2021 Responder

    Fudeu o cara e lolico manda

  • Jazon Cleto 02/08/2022 Responder

    Astarotte pantsu! Asuha pantsu! Erika pantsu!
    *hemorragia nasal*
    Lolis são as melhores!

  • Jazon Cleto 02/08/2022 Responder

    Esse final… Eu quero um beijo da Ina-chan e tambem da Asuha, da Astarotte e da Erika.
    Quero um beijo de todas essa lolis encantadoras e graciosas.
    Lolis são tao fantasticas e maravilhosas, sao perfeitas.
    Se possivel, seria bom tambem ganhar de brinde a pantsu delas como um presente.
    kkkkkkkkkkkkk

Deixe um comentario

Nome *
Adicionar nome / apelido
Email *
Adicionar seu e-mail, nao sera publicado